Navigation

Suíça retirada da lista dos EUA de países seguros para Covid-19

Os Estados Unidos reintroduziram as advertências sanitárias para os americanos que viajam para a Suíça, enquanto o governo suíço está considerando a possibilidade de quarentena. Keystone/Alexandra Wey

Os Estados Unidos aumentaram seus níveis de alerta de viagem para a Suíça devido ao aumento do número de infecções por Covid-19.

Este conteúdo foi publicado em 31. agosto 2021 - 08:15
swissinfo.ch/fh

A Suíça foi elevada ao mais alto nível, que recomenda aos cidadãos americanos que não viajem para o país, de acordo com o Departamento de Estado dos EUA e os Centros de Controle e Prevenção de Doenças.

Eles alertaram as pessoas que foram totalmente vacinadas para os riscos de contrair o vírus na Suíça devido à situação de saúde.

O número de infecções tem oscilado em torno de 2.500 por dia recentemente e as admissões hospitalares diárias estão em torno de 60 casos, de acordo com o Ministério da Saúde.

A Estônia e o Azerbaijão também foram elevados para o nível de maior risco, enquanto a Alemanha e o Canadá foram elevados para o segundo nível mais alto.

A mudança veio quando os governos da União Europeia concordaram na segunda-feira em retirar os EUA da lista de viagens seguras da UE, o que significa que os visitantes americanos e aqueles de outros cinco países provavelmente enfrentarão controles mais rigorosos, como testes Covid-19 e quarentenas.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.