Navigation

Suíça promete maiores esforços contra o aquecimento global

Fortes chuvas provocaram o transbordamento do lago de Bienne, em 21 de julho de 2021. Keystone / Marcel Bieri

O relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática (IPCC), publicado na segunda-feira, é um apelo à ação, de acordo com a esquerda e ambientalistas. O governo suíço se compromete a fazer mais para proteger o clima.

Este conteúdo foi publicado em 09. agosto 2021 - 19:00
Keystone-SDA/Reuters/dos

A Suíça lutará por uma proteção eficaz contra a mudança climática ao participar da 26ª Conferência sobre Mudança Climática da ONU (COP26) em Glasgow (Escócia, Reino Unido) em novembro, declarou a ministra suíça do Meio Ambiente, Transportes, Energia e Comunicações, Simonetta Sommaruga.

O relatório do IPCC mostra claramente o desenvolvimento da crise climática. "Depois que o projeto de lei do CO2 não foi aprovado nas urnas, a Suíça deve fazer todo o possível para atingir as metas climáticas de Paris", ressaltou o deputado-federal Kurt Egger (Partido Verde).

Outros representantes do partido ecológico apelam ao Parlamento para implementar a Lei do CO2, adicionando medidas que tornem o setor financeiro mais favorável ao clima através de um fundo e limites de emissão para veículos.

O número crescente de eventos extremos do clima é um alerta, reforçam organizações ambientais como o Greenpeace, WWF Suíça e a Fundação Suíça de Energia (SES).

Georg Klingler, especialista em clima do Greenpeace, argumenta que, após a rejeição da lei do CO2, é necessário encontrar formas de proteger o clima que sejam aceitáveis para a maioria. "A política e a economia fazem pouco para combater a crise climática", declarou por Twitter.

Considerando que três quartos das emissões de gases de efeito estufa da Suíça são geradas no setor energético, a rápida expansão das fontes renováveis de energie é a medida de proteção climática mais eficaz, afirmam os ambientalistas.

A principal ferramenta política para fazer a diferença é o projeto de lei para garantir o fornecimento seguro de eletricidade com energias renováveis, que será debatida na sessão de outono do Parlamento federal. É necessário um consenso para tornar os investimentos em energia renovável atraentes e para aproveitar o enorme potencial, diz.. "A janela de oportunidade para a luta contra o aquecimento global se fechará em breve", adverte o representante do WWF.

Atenção aos impactos sociais

A mudança climática afeta a todos, mas os mais pobres são os mais afetados, adverte Caritas. "O documento do IPCC é extremamente preocupante. A mudança climática está saíndo do controle, diz a organização humanitária ligada à Igreja por Twitter. "É por isso que lutamos pela justiça climática".

A Juventude Socialista é também um porta-voz das preocupações sociais. "Temos uma escolha: uma boa qualidade de vida para todos ou barbaridade e caos", enfatiza.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.