Navigation

Setor de turismo se prepara para um inverno difícil

Entusiastas da neve pré-temporada, Suíça central, novembro de 2020. Keystone / Alexandra Wey

As reservas para a temporada de Inverno na Suíça caíram quase 30% em comparação com o ano passado, disse o conselho de turismo suíço na segunda-feira.

Este conteúdo foi publicado em 23. novembro 2020 - 16:33
Keystone-SDA/dos

As restrições e a insegurança em torno da pandemia de Covid-19 pintam um quadro sombrio para a próxima temporada de inverno. Apesar dos planos de contingência e da elevada flexibilidade entre todos os envolvidos, as reservas permanecem a um nível muito baixo, disse o chefe de turismo suíço Martin Nydegger.

De acordo com um levantamento feito pelo órgão, as reservas para o período de Natal baixaram 19% em comparação com o ano passado, enquanto as reservas para a época desportiva de inverno que começa no novo ano baixaram 28%. O instituto KOF em Zurique estima que os pernoites em hotéis suíços neste inverno serão reduzidos em cerca de 31% no total.

As restrições de viagem e as regras de quarentena significam que muitos visitantes europeus estarão ausentes este ano (-49%), e os visitantes estrangeiros quase totalmente ausentes (-86%), diz o KOF. Essas ausências serão apenas parcialmente compensadas por um impulso do turismo interno - as estadias noturnas deverão aumentar cerca de 9% - o que também foi observado este último verão.

Flexibilidade

Nydegger disse que o planejamento permaneceu flexível e que a sua organização estaria pronta a reagir a qualquer afrouxamento das restrições de viagem e quarentena.

Na situação atual, disse ele, o grande desafio para a época de inverno seria regular os fluxos de visitantes que chegam, a fim de se aterem às regras de distanciamento social e de saúde. As estações e destinos de esqui têm experimentado novas formas de reservar lugares em teleféricos e ideias para "restaurantes de esqui drive-in", além de outras opções alternativas de esqui alpino, disse ele.

A estação de inverno é tipicamente uma época de grande impacto para a nação alpina, trazendo cerca de CHF 2 biliões (US$ 2,2 biliões) por ano para a indústria do turismo.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.