Navigation

Presidente da Coreia do Sul promete "era espacial" após fracasso de foguete

Foguete KSLV-II NURI é lançado de sua plataforma de lançamento do Centro Espacial Naro em Goheung, Coreia do Sul 21/10/2021 Yonhap via REUTERS reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 21. outubro 2021 - 15:52

Por Josh Smith

GOHEUNG, Coreia do Sul (Reuters) - O primeiro foguete espacial fabricado pela Coreia do Sul foi lançado nesta quinta-feira, mas não conseguiu colocar um satélite simulado em órbita, apresentando resultados mistos para um teste que representa um grande salto para os planos espaciais ambiciosos do país.

O foguete de três estágios KSLV-II Nuri decorado com a bandeira nacional partiu de sua plataforma de lançamento do Centro Espacial Naro às 17h.

O Nuri, ou "mundo", foi concebido para colocar cargas de 1,5 tonelada de 600 a 800 quilômetros acima da Terra, e é parte de um esforço espacial mais abrangente que vislumbra o lançamento de satélites de vigilância, navegação e comunicações, e até de sondas lunares.

O presidente Moon Jae-in, que observou a decolagem no centro espacial, disse que o foguete completou suas sequências de voo, mas não conseguiu colocar a carga de teste em órbita.

"Infelizmente, não atingimos totalmente nosso objetivo", disse ele em um discurso no local.

Ele elogiou os trabalhadores e disse que, apesar da missão incompleta, o projeto seguirá em frente.

"Não demorará muito para conseguirmos lançá-lo exatamente na trajetória visada", disse ele, de acordo com uma transcrição. "A 'Era Espacial Coreana' está se aproximando".

(Reportagem adicional de Heekyong Yang em Seul)

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.