Navigation

Os suíços estão se tornando cada vez mais poliglotas

Logotipos dos quatro serviços públicos nas línguas nacionais da Sociedade Suíça de Radiodifusão e Televisão. SWI swissinfo.ch, que também faz parte da SRG SSR, está disponível em dez idiomas. © Keystone / Peter Schneider

Mais de dois terços da população suíça usam regularmente mais de um idioma em sua vida cotidiana. Pouco menos de 2% usam regularmente cinco idiomas ou mais.

Este conteúdo foi publicado em 26. janeiro 2021 - 07:30
swissinfo.ch/fh

A proporção de poliglotas aumentou ligeiramente desde 2014, de acordo com uma pesquisa sobre idioma, religião e cultura do Departamento Federal de Estatística, realizada pela segunda vez em 2019 e publicada na segunda-feira.

Seja conversando com familiares ou colegas de trabalho, navegando na Internet, lendo ou vendo TV, 68% dos maiores de 15 anos usam mais de uma língua pelo menos uma vez por semana.

Os 32% restantes dizem usar apenas um idioma, contra 36% em 2014. Quanto mais velha for a pessoa, maior a probabilidade de usar apenas um idioma.

A pesquisa constatou que 38% usam regularmente dois idiomas, 21% usam três, 6,4% usam quatro e 1,7% usam pelo menos cinco.

Aumento do inglês

Quando se trata dos quatro idiomas nacionais da Suíça, 76% dos residentes falam regularmente alemão (principalmente suíço-alemão), 39% francês, 15% italiano e 0,9% romanche.

O inglês é a língua não-nacional mais comum e é falado regularmente por 45% da população da Suíça. O inglês é mais difundido na parte de língua alemã do país do que nas regiões de língua italiana e francesa (46% contra 37% e 43% respectivamente).

Quase três quartos das pessoas de 15 a 24 anos falam, escrevem, lêem ou ouvem inglês pelo menos uma vez por semana, cerca de dez pontos percentuais a mais do que em 2014.

Lares multilíngues

A maioria (57%) dos menores de 15 anos vive em um lar onde se fala suíço-alemão. Em seguida, o francês (28%), o alemão (16%) e o italiano (8,8%). O inglês é a língua não-nacional mais comum (7,5%).

Em casa, porém, a geração mais jovem está em contato com muitos outros idiomas, incluindo albanês (6,7%), português (4,9%), espanhol (4,9%), bósnio, croata, montenegrino ou sérvio (3,8%), turco (2,8%) e mais de 70 outros.

Em casa, um terço dos menores de 15 anos ouve dois idiomas, e 10% ouve três ou mais. Na população como um todo, a proporção de pessoas que vivem em um lar multilíngue é de 32%.

O uso de vários idiomas é mais difundido do que a média entre as pessoas com um percurso migratório. As razões profissionais são a principal motivação para aprender línguas estrangeiras.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.