Navigation

Novartis vai ajudar a produzir vacina da Pfizer-BioNTech

A Novartis está sediada na Basileia Keystone / Georgios Kefalas

A gigante farmacêutica suíça Novartis diz ter assinado um acordo inicial para fornecer capacidade de fabricação da vacina contra a Covid-19 da Pfizer e BioNTech.

Este conteúdo foi publicado em 29. janeiro 2021 - 13:14
swissinfo.ch/fh

O objetivo é ajudar a aumentar a produção, já que a demanda atualmente supera a oferta.

"O acordo prevê que a Novartis utilizará suas instalações de fabricação assépticas em Stein, na Suíça", disse a Novartis em um comunicado na sexta-feira.

"Sujeita a um acordo final, a Novartis planeja iniciar a produção no segundo trimestre de 2021".

Este é o primeiro de vários acordos "para aumentar a capacidade de fabricação e as capacidades para enfrentar a pandemia, apoiando o fornecimento mundial da vacina contra a Covid-19" a ser explorado pela Novartis, disse a empresa.

A vacina Pfizer-BioNTech foi autorizada para uso pelas agências reguladoras de saúde de cerca de 50 países, incluindo a Suíça. Ela também recebeu autorizações de uso emergencial em países como o Reino Unido e os Estados Unidos.

A Suíça será afetada pelo atraso temporário da vacina Pfizer-BioNTech na Europa, segundo as autoridades sanitárias suíças.

Moderna advertiu a Suíça de que sua entrega da vacina contra a Covid-19 seria adiada, disse na quinta-feira o Ministério da Saúde da Suíça. Isto levará a um problema de entrega em fevereiro que os suíços esperam que a empresa americana compense em março, informou a agência Reuters.


Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.