Navigation

Medicamentos são mais caros na Suíça do que em países vizinhos

Os genéricos custam 45% mais na Suíça do que nos países vizinhos. © Keystone / Gaetan Bally

Medicamentos costumam ser mais caros na Suíça do que nos países vizinhos. Genéricos chegam a custar o dobro. Porém fórmulas patenteadas também não são baratas.

Este conteúdo foi publicado em 27. maio 2021 - 17:00
Keystone-SDA/ts

A razão para o preço elevado de medicamentos protegidos por patentes na Suíça seria a taxa de câmbio, declarou na quinta-feira (27.05) o representante da SantésuisseLink externo (Associação de Seguradoras de Saúde) e InterpharmaLink externo (farmacêuticas).

A uma taxa de câmbio de 1,11 francos suíços para o euro, os 250 medicamentos patenteados mais vendidos eram 6,9% mais caros na Suíça no primeiro semestre de 2021 do que em outros países. Há um ano, os mesmos medicamentos eram apenas 4,5% mais caros.

A diferença de preço de 250 medicamentos com patente expirada também aumentou: passou de 10% em 2020 para 11,5%. No entanto, a diferença de preço ainda é muito maior para os genéricos. Em média, estes custam 45% mais na Suíça (42% em 2020).

"O consumidor paga 200 milhões a mais por medicamentos protegidos por patentes do que nos países vizinhos", afirmou Verena Nold, da Santésuisse.

Preços de referência

Para solucionar o problema, Nold propõe a introdução de um sistema de preços de referência. Este estabeleceria um nível comum de reembolso - ou preço de referência - para um grupo de medicamentos.

A comparação de preços de medicamentos genéricos e patenteados foi feita entre a Suíça, Bélgica, Dinamarca, Alemanha, Finlândia, França, Reino Unido, Holanda, Áustria e Suécia.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.