Navigation

Mais de 200 refugiados afegãos chegam em Zurique

Um cargueiro alemão A400M preparando para decolar em um aeroporto de Tasquente, no Usbequistão. Keystone / Bundeswehr / Marc Tessensohn

Um avião suíço transportando 219 pessoas evacuadas do Afeganistão aterrissou na madrugada da quarta-feira em Zurique. Afegãos, suecos e alemães estavam a bordo, declarou o ministério suíço das Relações Exteriores Suíço (EDA, na sigla em alemão).

Este conteúdo foi publicado em 24. agosto 2021 - 15:30
Reuters/swissinfo.ch/ts, mga

A aeronave, fretada pela Suíça, chegou ao aeroporto de Kloten vindo de Kabul via Tashkent (Uzbequistão). Entre os passageiros estavam 141 afegãos empregados pela Agência Suíça para o Desenvolvimento e Cooperação (DEZA) e suas famílias, assim como 78 outros afegãos, alemães e suecos.

O vôo, programado para sábado, teve que ser adiado para segunda-feira devido a preocupações com a segurança. "A situação da segurança em torno do aeroporto de Cabul deteriorou-se significativamente nas últimas horas", afirmou o porta-voz do EDA no sábado. Dizia que havia uma grande concentração de pessoas e até mesmo confrontos violentos, uma situação que dificultava o acesso ao aeroporto.

Segundo o governo, a Suíça continuará a participar das operações multilaterais de evacuação no Afeganistão. Desde o início da semana, a Suíça conseguiu evacuar cerca de 100 pessoas do Afeganistão, incluindo o pessoal do DEZA. Além disso, as autoridades informam que a aeronave suíça fretada levou também material de proteção COVID-19 para o Uzbequistão. A farmácia do Exército helvético forneceu cerca de 1,3 milhões de máscaras médicas.

Eles disseram que o avião transportou oito membros da unidade de ajuda humanitária suíça juntamente com dois médicos para acompanhar os evacuados no vôo de volta à Suíça, bem como oito funcionários da Polícia Federal (fedpol) para garantir a segurança durante o vôo.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.