Navigation

Humorista francês é condenado por antisemitismo

Dieudonné M'bala M'bala ao sair do Tribunal Regional de Genebra, em 5 de julho de 2021. Keystone / Laurent Gillieron

O Tribunal Regional de Genebra multou o comediante francês Dieudonné M'bala M'bala a pagar uma multa pelo uso de conteúdo racista em apresentações realizadas na Suíça. Uma vez chegou a negar que existiram câmaras de gás nos campos nazistas de extermínio.

Este conteúdo foi publicado em 09. julho 2021 - 09:45
swissinfo.ch/mga

A multa pecuniária foi de 180 dias a 170 francos por dia, um método comum de estabelecer penalidades financeiras na Suíça.

A queixa foi apresentada pela Coordenação contra o Antisemitismo e a Difamação (CICAD) em 2019 após a apresentação da peça "Em Realidade" em Nyon, onde um de seus personagens disse que "câmaras de gás nunca existiram".

"Não queremos que a Suíça se torne espaço para anti-semitas e racistas", disse o secretário-geral da CICAD, John Garfinkel, ao ser entrevistado pelo canal público de televisão RTS em 2019.

O comediante recebeu uma série de sanções por discriminação na França e na Bélgica. Em 2015, a Corte Européia de Direitos Humanos refutou uma queixa de Dieudonné, considerando que o discurso negacionista não poderia ser equiparado à liberdade de expressão.

Artigos citados

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.