Navigation

Estudantes se revoltam contra obrigação de passe sanitário

Protestos contra a obrigatoriedade do certificado Covid para participar das aulas nas universidades já aconteceram há uma semana em Berna. Keystone/Peter Klaunzer

Estudantes de várias universidades na Suíça têm realizado protestos contra o uso obrigatório dos certificados Covid para frequentar cursos.

Este conteúdo foi publicado em 20. setembro 2021 - 17:15
swissinfo.ch/fh

Na segunda-feira, manifestantes nas cidades de Zurique, Lucerna, Berna e St. Gallen pediram acesso livre à educação.

Eles argumentam que é discriminatório exigir um certificado mostrando que uma pessoa está totalmente vacinada contra a Covid-19, recuperada da doença ou tem um resultado negativo no teste.

O número de manifestantes em Zurique foi estimado em cerca de 150, enquanto que 100 outros manifestaram em Lucerna, segundo a agência de notícias suíça Keystone-SDA.

Os protestos coincidem com o início de um novo ano letivo para 300.000 estudantes universitários em todo o país.

A maioria das 12 universidades suíças diz que os estudantes precisam de um certificado Covid para assistir pessoalmente as palestras e cursos.

Pouco mais de 53% da população suíça foi vacinada contra a Covid. As vacinas contra a Covid não são obrigatórias na Suíça, mas o governo recentemente tornou a regulamentação mais rígida. Um certificado é necessário para ter acesso a restaurantes, bares e eventos esportivos e culturais em recintos fechados.

As vacinas são gratuitas, mas o governo pode voltar atrás em sua decisão de fazer com que pessoas assintomáticas paguem pelos testes Covid a partir de 1º de outubro.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.