Navigation

Era do gelo foi mais fria do que o esperado

Personagens do filme de animação "A Era do Gelo": o período foi mais frio do que se pensava até então. Tm & © 2011 Twentieth Century Fox Film Corporation. All Rights Reserved. Not For Sale Or Duplication.

A temperatura média global durante a última idade do gelo era vários graus mais fria do que se pensava, de acordo com pesquisas científicas com participação suíça.

Este conteúdo foi publicado em 13. maio 2021 - 11:45
swissinfo.ch/fh

A última era glacial, quando grande parte do hemisfério norte estava coberta por geleiras, terminou há cerca de 10.000 anos.

Uma pesquisa internacional, que incluiu a contribuição do Instituto Federal Suíço de Ciência e Tecnologia Aquática (Eawag), analisou substâncias químicas em águas subterrâneas antigas em vários países para determinar sua temperatura quando infiltrava na terra.

Até agora, dizem os pesquisadores, as temperaturas durante a última era do gelo eram estimadas olhando os núcleos de gelo (cilindros) removidos das altas latitudes, enquanto as temperaturas em latitudes médias e baixas eram mais difíceis de medir.

Como tal, o método mais recente, que foi apresentado na quarta-feira na revista Nature, revela que as estimativas anteriores estavam três a cinco graus fora do padrão, e que a temperatura média global durante a última era glacial estava em torno de 8°C.

Hoje, a temperatura média global é de 14°C.

Para os pesquisadores, as descobertas reforçam a fiabilidade dos novos modelos climáticos, que consideram um período extremamente pronunciado de temperaturas frias durante a era do gelo.

No entanto, os resultados da pesquisa não são todos positivos, pois também sugerem que o clima é mais sensível ao CO2 na atmosfera do que se pensava anteriormente. Isto significa que a Terra pode estar a caminho de continuar o aquecimento a um ritmo mais rápido do que as previsões atuais.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.