Navigation

Diplomata suíça descreve como "intensa" a evacuação de Cabul

A chegada das tropas talibãs em Cabul levaram a fuga em massa da capital afegã. Copyright 2021 The Associated Press. All Rights Reserved.

A representante da Cooperação Suíça em Cabul descreve a evacuação da equipe como "intensa e emocional".

Este conteúdo foi publicado em 20. agosto 2021 - 14:00
swissinfo.ch/mga

Seis membros da Agência Suíça de Cooperação e Desenvolvimento (DEZA, na sigla em alemão) foram evacuados pela Embaixada da Alemanha em Cabul, no domingo (15.08).

"Foi um dia muito intenso e emocional", conta Walburga Roos ao ser entrevistadaLink externo. "Ficamos todos surpresos com o ritmo dos acontecimentos". E completa: "Nesta situação desafiadora, não só tivemos que lidar com nossas próprias inseguranças, mas também com os sentimentos e reações de nossos funcionários e parceiros."

Roos trabalha agora na Suíça para ajudar a garantir a evacuação de cerca de 230 funcionários locais e seus familiares. "Estou preocupada não apenas com nossos colegas, mas também com todos os afegãos que atualmente se sentem ameaçados."

A funcionária do DEZA agradeceu a diplomatas na Suíça e nas embaixadas no Paquistão, Uzbequistão e Qatar, incluindo também as autoridades alemãs por terem garantido a segurança de sua equipe.

Até agora a Suíça se recusou a acolher um grande número de refugiados afegãos e facilitar o reagrupamento familiar, apesar da crescente pressão política.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.