Navigation

Instituto tecnológico de Zurique continua se destacando em ranking universitário mundial

Vista aérea do campus universitário de Zurique em agosto de 2020. © Keystone / Gaetan Bally

O instituto federal de tecnologia ETH Zürich voltou a ter um forte desempenho no Times Higher Education (THE) World University Rankings 2022. Sete universidades suíças aparecem entre as 200 melhores.

Este conteúdo foi publicado em 02. setembro 2021 - 17:15
swissinfo.ch/fh

O ETH Zürich caiu uma posição no ranking, ficando em 15º lugar, mas continua sendo a principal instituição de ensino superior fora dos Estados Unidos e da Grã-Bretanha.

A Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL) no oeste da Suíça subiu três posições para o 40º lugar na tabela, publicada na quinta-feiraLink externo (02).

A Universidade de Zurique também figurou entre as 200 melhores universidades do mundo este ano (75ª, antes 73ª), ao lado da Universidade de Berna (101ª, antes 109ª). A Universidade de Lausanne subiu 15 lugares para 176º, enquanto as universidades de Basileia e Genebra caíram para o 103º (anteriormente 92º) e 197º (anteriormente 149º), respectivamente.

A Universidade de Oxford, no Reino Unido, continua no topo pelo sexto ano consecutivo; o Instituto de Tecnologia da Califórnia e a Universidade de Harvard, ambas nos EUA, dividem o segundo lugar.

Avaliação

"Enquanto as notas gerais do ETH Zürich mostram melhorias e suas notas no ensino, pesquisa e citações de publicações aumentaram, as notas caíram ligeiramente em termos de salários do setor e perspectivas internacionais", observou o ETH Zürich em uma declaraçãoLink externo.

O instituto foi deslocado de sua posição anterior de 14º lugar na lista quando a Universidade de Columbia subiu seis posições, disse o especialista em classificação da universidade. Houve também um aumento da concorrência de duas universidades na China: Universidade de Pequim e Universidade de Tsinghua, que seguem o ETH Zürich na lista.

O presidente do instituto, Joël Mesot, comentou: "Enquanto o ETH Zürich abraça a natureza concorrencial da educação, nosso foco é a estratégia e as realizações de longo prazo do instituto, a fim de melhor servir a sociedade".

Impacto da Covid-19

A pandemia de coronavírus teve um impacto significativo no ranking deste ano, disse o THE em um comunicado de imprensa.

"As universidades que publicaram pesquisas de alto impacto sobre a Covid-19 subiram na tabela de classificação, com a China obtendo o maior número de distinções", disse o THE.

O ranking mundial de universidades de 2022 inclui mais de 1.600 universidades em 99 países e territórios.

A primeira publicação de seu ranking universitário foi em 2010. Junto com os rankings QS and Shanghai, é um dos indicadores de qualidade universitária mais citados.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.