Navigation

Chaplin atrai turistas para a Suíça

Um novo museu às margens do lago Léman dedicado à vida e obra de Charlie Chaplin atrai visitantes da Suíça e do estrangeiro. (rts/swisisnfo.chLink externo

Este conteúdo foi publicado em 29. setembro 2016 - 11:00

Desde sua abertura em abril, o museu na cidade de Vevey tem recebido 25 mil visitantes por mês. Os responsáveis do turismo esperam que a popularidade de Chaplin, associada a outras atrações, podem tornar a região uma espécie de capital cultural europeia.

O Mundo de Chaplin está situado em Manoir de Ban, a casa onde o ator e diretor viveu os últimos 25 anos de sua vida com a esposa e filhos. Parte do museu em sua casa é dedicada à vida privada de Chaplin; em um novo edifício foi reconstituído um estúdio de Hollywood, focado em seu trabalho cinematográfico.

A conexão Chaplin gerou algumas ramificações de turismo. O novo Hotel Modern Times em Vevey, nome de um dos filmes mais famosos, está sempre cheio. A confeitaria Poyet em Vevey criou um chocolate especial dedicado ao “Vagabundo”.

A chamada Riviera, tem o Montreux Jazz Festival, o famoso Castelo de Chillon, o Alimentarium (museu da alimentação) e o novo “nest”, centro de descoberta, da Nestlé. 

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.