Navigation

Cantão de Genebra quer vacinar e testar trabalhadores no setor de saúde

Desde junho cai o ritmo de vacinações na Suíça. Keystone

Genebra será o primeiro cantão suíço a exigir que os trabalhadores do setor da saúde e assistência social tenham um certificado de vacinação contra COVID-19 válido. Ou que sejam testados com regularidade.

Este conteúdo foi publicado em 06. agosto 2021 - 10:15

A decisão foi tomada pelas autoridades locais na quinta-feira e entrará em vigor a partir de 23 de agosto. Ela se aplica aos funcionários dos hospitais públicos e privados, lares para idosos e deficientes, organizações de assistência domiciliar e centros de acolho.

Será exigido um certificado sanitário comprovando que a pessoa em questão foi vacinada ou se recuperou da COVID, caso contrário, terá que se submeter a testes regulares.

O objetivo é reduzir o risco de contaminação em instituições de saúde quando uma atividade requer contato próximo com um paciente.

As instituições devem identificar o pessoal que requer testes. Eles devem estabelecer um procedimento para testes no local ou fora do local. Os testes devem ser realizados pelo menos uma vez por semana.

Os governos do mundo inteiro discutem a obrigatoriedade da vacinação em meio a um consenso crescente de que as vacinas são a melhor saída para a pandemia.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.