Navigation

Nos traços do rei da montanha

Uma vez extinto, hoje milhares desses animais povoam os Alpes suíços.

Este conteúdo foi publicado em 15. março 2017 - 11:00

Os suíços adoravam as cabras-montesas até a morte - caçando-as por sua carne e chifres, que para algumas pessoas tinham propriedades medicinais. Supostamente o pó do chifre teria poderes de curar a vertigem.

A última cabra-montesa suíça foi morta no cantão do Valai em 1809, mas a Itália ainda tinha muitas delas graças às reservas de caça para os nobres. Mais tarde, representantes do governo suíço propuseram comprar algumas camurças italianas, mas o rei Victor Emmanuel II recusou a venda.

Assim em 1906, a Suíça contratou caçadores para capturar alguns filhotes de cabra-montesa italianas e atravessar com elas as fronteiras do país. Um programa bem-sucedido de reintrodução possibilitou o início da colônia de Augstmatthorn, nos Alpes bernenses. Posteriormente, o líder italiano Benito Mussolini cedeu outros animais à Suíça.

Os chamados "gargalos" são um desafio para as cabra-montesa. Isso ocorre quando uma população diminui sensivelmente, causando perdas de diversidade genética, o que pode ter um impacto negativo no bem-estar da população.

"A maioria das populações nos Alpes estão crescendo bem e não há necessidade imediata de tomar medidas. Mas algumas não estão em boa situação, o que nos faz a considerar a possibilidade de soltar alguns animais com outra base genética", afirma Lukas Keller, professor da Universidade de Zurique. Ele assessora o governo suíço na questão da saúde da cabra-montesa.

A majestosa cabra-montesa adorna o brasão de mais de 50 cidades e vilarejos na Suíça, assim como o do cantão dos Grisões - que também apresenta os animais como logotipo da secretaria de Turismo e anúncios. Ela é o símbolo do grupo ambientalista suíço Pro Natura e também está no logotipo da marca de cerveja Calanda.  

(Video: SRF/swissinfo.ch) 

Esperança de vida: até 19 anos em liberdade
Peso: 40-50kg (fêmeas), 70-120kg (machos)
Alimentos: principalmente grama, também musgo, flores e folhas
Onde encontrar os animais: nas montanhas: em alturas de 1.800 a 3.300 acima do nível do mar
Estado de conservação: menos preocupante
População na Suíça: 17.000

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.