Navigation

Banco central alerta para mercado imobiliário vulnerável

Os preços dos imóveis suíços subiram cerca de 80% nos últimos 15 anos. © Keystone / Gaetan Bally

O Banco Central Suíço (SNB) tem advertido repetidamente que a bolha imobiliária pode explodir, causando graves consequências para os proprietários de imóveis, bancos e a economia.

Este conteúdo foi publicado em 01. setembro 2021 - 07:45
swissinfo.ch/fh

"Consideramos as vulnerabilidades dos mercados hipotecários e imobiliários como sendo de alto nível no momento", disse o vice-presidente do SNB, Fritz Zurbrügg, durante um discurso na terça-feira (31).

Os preços dos imóveis subiram cerca de 80% nos últimos 15 anos, enquanto a dívida hipotecária cresceu para 150% do produto interno bruto (PIB). O setor imobiliário está 20% supervalorizado atualmente, de acordo com o SNB.

As taxas de juros baixas têm contribuído para um boom imobiliário nos últimos anos. O SNB acredita que até 30% dos empréstimos hipotecários recentemente concedidos estariam em risco de inadimplência caso as taxas subissem para 3%.

"Os bancos sofreriam perdas substanciais no caso de uma subida abrupta e acentuada das taxas de juros combinada com a queda dos preços imobiliários", disse ZurbrüggLink externo.

Ele advertiu os bancos para não emprestar a pessoas que não poderiam pagar o serviço da dívida hipotecária se as taxas de juros subissem.

Mas ele parou de recomendar uma retomada dos "amortecedores contra-cíclicos", que obrigam os bancos a colocar de lado o capital para cobrir inadimplências de empréstimos. A exigência de 2% de capital tampão foi suspensa no ano passado para ajudar os bancos a emitir empréstimos de emergência às empresas durante a pandemia de Covid-19.

Apesar do alerta, o SNB não prevê um colapso iminente do mercado imobiliário. Ele acredita que as taxas de juros permanecerão baixas no futuro próximo e está convencido de que os amortecedores de capital construídos pelos bancos entre 2013 e o início de 2020 são, por enquanto, adequados.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.