Navigation

Aumento de casos Covid provoca pedidos de restrições

O atestado Covid deve ser apresentado para ter acesso a uma casa noturna na Suíça. Keystone/Valentin Flauraud

Aumentam os apelos para estender o uso de um atestado oficial para ajudar a evitar uma nova onda de infecções da Covid-19 na Suíça.

Este conteúdo foi publicado em 20. julho 2021 - 10:30
swissinfo.ch/fh

Christoph Berger, presidente da comissão de aconselhamento do governo para vacinas, disse que o atestado Covid também pode se tornar necessário para as pessoas que desejam participar de eventos "menores".

Sob as regras atuais, os espectadores de grandes eventos, bem como os frequentadores de boates, devem apresentar provas de que estão vacinados contra a Covid-19, que se recuperaram ou que fizeram testes negativos.

Berger descartou críticas de uma política injusta de discriminação contra pessoas que não foram vacinadas.

A proposta, feita por Berger em entrevista à rádio pública SRF na segunda-feira (19), vem à medida que as infecções pelo coronavírus continuam a aumentar desde o final de junho.

No fim de semana, a chefe do Departamento Federal de Saúde Pública, Anne Lévy, sugeriu a ideia de limitar o acesso a restaurantes apenas para as pessoas com atestado válido.

Outras propostas incluem restrições para visitas a hospitais e lares de idosos ou vacinações obrigatórias para o pessoal de saúde.

O governo excluiu a vacinação obrigatória na Suíça.

Os opositores recolheram assinaturas para forçar um voto nacional a vetar a base legal para o atestado Covid.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.