Navigation

#LocarnoCloseup

América Latina será foco do Festival de Cinema de Locarno em 2022

A grande praça de Locarno se transforma em cinema durante o Festival de Cinema de Locarno, em 9 de agosto de 2021. Keystone / Urs Flueeler

O programa "Open Doors" funciona paralelamente ao Festival Internacional de Cinema de Locarno. Seu principal objetivo é apoiar produções em países emergentes. Na edição atual, o foco foi durante três anos o Sudeste asiático e Mongólia. A partir de 2022 será América Latina e Caribe.

Este conteúdo foi publicado em 12. agosto 2021 - 09:00
swissinfo.ch/ts



Produtores e cineastas originários da Ásia participando do programa Open Doors em 2021. SWI swissinfo.ch / Carlo Pisani

O período 2022-2024 será dedicado aos países da América Latina e do Caribe, exceto Brasil, Argentina, Chile, México e Colômbia, que já têm indústrias cinematográficas estruturadas, declararam os organizadores do Festival Internacional de Cinema de Locarno na quarta-feira (11.08). O projeto será, portanto, realizado nas comunidades de língua espanhola, inglesa e francesa.

O primeiro evento está programado para o outono, quando os planejadores do "Open Doors" farão sua primeira visita oficial à região.

O diretor Ratchaoom Boonbunchachoke, ganhador da bolsa de apoio à produção na sessão Open Doors, no 74. Festival de Cinema de Locarno, em 10 de agosto. © Locarno Film Festival / Ti-press / Samuel Golay

Na terça-feira (10.08), foram anunciados os vencedores da plataforma de coprodução internacional "Open Doors Hub" e do workshop de treinamento de produtores no "Open Doors Lab". O apoio à produção, no valor de 35 mil francos suíços (US $ 38 mil), foi para o projeto de filme "Useful Ghost", do cineasta tailandês Ratchapoom Boonbunchachoke.

Open Doors celebra seu 19º aniversário este ano. Criada em parceria com a Agência Suíça para o Desenvolvimento e Cooperação (SDC), sua missão é apoiar novos talentos e promover o cinema independente local e regional.

Artigos citados

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.