Navigation

Ânfora de azeite antiga encontrada em leito de rio suíço

Este artefato enterrado viu pela última vez a luz do dia no Império Romano. © Archäologischer Dienst Des Kantons Bern, Sébastien Dénervaud

Um arqueólogo em Aegerten, noroeste da Suíça, descobriu recentemente uma ânfora de 2.000 anos, um recipiente de cerâmica que era usado para transportar azeite de oliva na época romana.

Este conteúdo foi publicado em 24. setembro 2021 - 12:48
swissinfo.ch/fh

A ânfora foi encontrada na primavera no leito do antigo rio Zihl. Estava em grande parte intacta quando veio à luz, e agora foi restaurada, disse na sexta-feira o Departamento de Educação e Cultura do cantão de Berna. A ânfora tem 73 centímetros de altura e 50 centímetros de largura. Provavelmente continha pelo menos 65 litros quando cheia e supõe-se que seja do primeiro século DC.

O azeite de oliva da província romana de Baetica - a região ao redor do vale do Guadalquivir na Andaluzia, sul da Espanha - chegava ao seu destino em ânforas deste tipo, de acordo com a declaração. A distribuição destes recipientes se estendeu do Mediterrâneo ocidental até a Grã-Bretanha.

"O vaso é, portanto, uma indicação da adoção da cultura romana pela população celta do planalto suíço, que inclusive valorizava o azeite de oliva importado", escreve o Departamento de Educação e Cultura.

O Departamento diz que esta ânfora poderia ter caído diretamente de uma antiga embarcação de transporte no rio Zihl naquela época ou ter sido descartada. Sabe-se pelas inscrições que, na época romana, as mercadorias eram transportadas nas vias fluviais do Reno, Aare e Zihl, assim como nos lagos do Jura. Várias instalações portuárias eram operadas perto do local em Aegerten e em Studen.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.